Reitoria e equipe do planejamento avaliam os últimos meses de trabalho
Reitor se reúne com equipe de planejamento

O reitor da Universidade Federal do Acre (Ufac), Minoru Kinpara, reuniu-se na tarde da última terça-feira, 24, com toda a equipe da Pró-Reitoria de planejamento (Proplan) para uma avaliação dos últimos meses de trabalho. A equipe é responsável pela condução do processo de planejamento estratégico e atualização do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).

 

11009796_607789556020926_1425722078_o

 

Kinpara elogiou o trabalho da Proplan. “Hoje, a Ufac conta com uma Pró-Reitoria de Planejamento atuante, capaz de interagir com os diversos segmentos da comunidade universitária e a sociedade para conduzir a construção de importantes e necessários instrumentos de planejamento e gestão”, disse. O trabalho, segundo ele, é fundamental para que a Ufac cumpra sua finalidade, como uma universidade pública que tem como visão ser referência na produção, articulação e socialização de saberes amazônicos.

O pró-reitor de Planejamento, Alexandre Hid, agradeceu, em nome de toda a equipe, ao reitor e a vice-reitora, Guida Aquino, sem esquecer toda a comunidade universitária e externa que contribuiu para o desenvolvimento dos trabalhos. “O Plano está lançado, implementá-lo vai exigir muito esforço e dedicação de todos para alcançar a universidade que se deseja”, frisou Hid.

Em seguida, reuniram-se o reitor, a vice-reitora, o pró-reitor de Planejamento e o diretor de Controle e Gestão Institucional, Daniel Pena, para aprovação da pauta da primeira Reunião de Avaliação da Estratégia (RAE), marcada para tarde desta quinta-feira, 26. A RAE tem por finalidade a tomada de decisões relevantes para evolução da estratégia da Ufac.

11034857_607789669354248_626181977_o

 

Instrumentos de gestão

Lançado em junho do ano passado, o Planejamento Estratégico da Ufac contempla um conjunto de ações que serão desenvolvidas nas próximas duas décadas. São 19 objetivos, 31 metas e 13 projetos estratégicos que priorizam a melhoria da qualidade acadêmica. Já o novo PDI, uma exigência do governo federal, acabou de ser aprovado pelo Conselho Universitário (Consu) e terá vigência até 2019.

Nele, estão estabelecidos os aspectos básicos e mínimos para a gestão da universidade no período. A expectativa com ambos os instrumentos é que as políticas já definidas, em longo e médio prazo, possam auxiliar a Ufac no alcance das finalidades de fomento ao desenvolvimento das atividades científicas, possibilitando a formação de recursos humanos, a produção de pesquisas e a realização dos programas e projetos de extensão.

Fonte: ASCOM/UFAC

SOCIAL